“Rockabilly & Psychobilly” História e Visual

Rockabilly é um dos inúmeros subgêneros do rock and roll. Tornou-se conhecido durante os anos 1950, devido a artistas norte-americanos. Durante aquela década, o gênero foi impulsionado por batidas atrativas, guitarras e contrabaixos acústicos que eram tocados usando a técnica slap-back (batendo nas cordas, ao invés de puxá-las individualmente).

Origem da expressão

O termo rockabilly nasceu da junção das palavras rock (de rock’n roll) e hillbilly termo utilizado nos Estados Unidos para definir música caipira, mais tarde sendo substituído por country music que contribuiu fortemente para o desenvolvimento desse gênero

Origens

Embora o rockabilly seja considerado como tendo surgido no início dos anos 50, quando Bill Haley começou a misturar jump blues com electric country, pode-se dizer que surgiu pelo desenvolvimento da música country dos anos 40 – com artistas como: Tennessee Ernie Ford (Smokey Mountain Boogie), Hank Williams (Rootie Tootie), e Merle Travis (Sixteen Tons).

Rock Around The Clock“, sucesso lançado por Bill Haley em 1954, foi o ponto de partida do estilo, e catapultou as carreiras de diversos artistas do rockabilly. No mesmo ano, entretanto, um cantor chamado Elvis Presley iniciou a verdadeira popularização do gênero com uma série de gravações lançadas pela Sun Records.

Já em 1958, face ao desaparecimento (precoce) de grande parte dos músicos, o rockabilly praticamente desapareceu da música popular norte-americana.

Nos anos 80, foi reacendido um breve interesse no rockabilly. Mais tarde, bandas mesclaram o estilo com o punk, formando um sub-gênero chamado de psychobilly.

Bandas actuais de rockabilly usam em suas apresentações componentes teatrais característicos dos anos 50: o Penteado da epoca, roupas Retrô e Vintage dos anos 50, o slap do contrabaixo, o Finger-Pickin’ na Guitarra, acompanhados pelos fãs da epoca,denominados de Rockers e Pin-up‘s.

Em Portugal este movimento está presente e activo com bandas como os 49 special, Mean Devils, Texabilly Rockets e os Dixie Boys.

No Brasil, o gênero é promovido por algumas bandas, entre elas: Crazy Legs (em português) , Henry Paul Trio, Red Lights Gang, Alex Valenzi & The Hideaway Cats, Grilos Barulhentos, Big Fish Trio, CWBillys, etc.

Cenário Atual Brasileiro

O Rockabilly propriamente dito surgiu tardiamente no Brasil, já em clima de “revival”, com o Eddy Teddy e sua banda Coke Luxe.

Desse momento em diante, especialmente após o show do Stray Cats em São Paulo, formaram-se vários grupos de rockers, especialmente na capital e região do ABC, e a questão deixou de ser puramente musical, para se transformar num verdadeiro estilo de vida. Entre esses grupos, podemos mencionar os Rebeldes e os Ases do Rock´n Roll (ABC), Ratz, The Dogs, Rebel 50´s, AeroRockers, Ted Netuno e os Rabos-de-peixe, entre outros.

Muito mais que um culto nostálgico, o estilo rocker no Brasil se tornou um modo de vida diário e dinâmico, com os olhos no passado, mas a mente no futuro. Os mais modernos meios eletrônicos de comunicação e divulgação são usados em todos os seus limites e isso criou uma rede nacional informal que permite o contato entre pessoas, artistas, bandas, nunca imaginado antes.

Com isso, do final da década de 90 até o momento, assistimos ao fortalecimento de casas noturnas com ênfase no estilo “fifties”, como a Wooly Bully em Vinhedo, e o nascimento de outras, como a The Clock em São Paulo e a DIXIE BAR (em português), em Salto/SP. Algumas, como a Blue Moon ou A Casa, em Indaiatuba, não tiveram a mesma sorte, mas merecem honrosa menção.

Além dos bares temáticos, apareceram festas periódicas como a já extinta “Old School Party“, organizada por Gio Perro Loco, Jukka e Redneck em Salto/SP, e outras precursoras e já muito bem estabelecidas, como a Pin Up´s Party, criada por Rosângela e Ivan, e as festas do Rock´n Roll Club do Brasil, de Erick Von Zipper.

Também se estabeleceram barbearias e lojas de roupa em estilo retrô, como a Barbearia 9 de Julho em São Paulo e a loja PASKU (em português) em Campinas, demonstrando que o rockabilly é um estilo firme e um público consumidor voraz de artigos relacionados ao seu “Way of Life”. Nesse sentido, ainda merece indicação o único selo brasileiro exclusivamente rockabilly, o BAD HABITS RECORDS

Psychobilly é um gênero musical geralmente descrito como um mistura entre o punk do final dos anos 70 e o rockabilly norte-americano dos anos 50. O gênero também é caracterizado pelas referências à filmes de terror e assuntos como violência, sexualidade lúgebre e outros tópicos geralmente considerados tabus, embora apresentados de forma cômica e corajosa.

O termo “psychobilly” foi usado pela primeira vez por Johnny Cash em sua canção “One Piece at Time”, sucesso no Top Ten de 1976. Passaria a ser usado para definir o gênero alguns anos depois, quando o The Cramps descreveu sua música como “psychobilly” e “voodoo rockabilly” nos pôsteres de seus shows. Embora o Cramps tenha rejeitado a idéia de ser parte do cenário psychobilly, são eles, juntamente com artistas como Screamin’ Jay Hawkins, The Stray Cats e Motörhead, os considerados precurssores do movimento. Musicalmente falando, haviam antecedentes também no cenário garage rock e pub rock já nos anos 60 e começo dos 70.
A primeira banda considerada psychobilly foi a Meteors, formada no sul de Londres em 1980. Com um integrante que fazia parte da subcultura rockabilly, outro envolvido com a subcultura punk e um terceiro que era fã de filmes de terror, suas idéias musicais se juntaram e formataram o gênero como ele existe atualmente. O Meteors também inventou o conceito do psychobilly ser apolítico, encorajando seus shows a serem zona “não-politizada” em função de evitar brigas entre os fãs, como estava se tornando recorrente no cenário punk da época. Até hoje, praticamente nenhuma música de psychobilly fala de política.
Em 1982 uma casa noturna chamada Klubfoot foi aberta em Hammersmith, a oeste de Londres, criando um lar para o cenário britânico de psychobilly. O clube seria eventualmente demolido, dando lugar a prédios de escritórios e uma estação de ônibus. Por nunca ter sido um estilo muito popular, seus fãs frequentemente organizam “Finais de Semana Psychobilly” em que várias bandas tocam juntas para conseguir atrair bastante público. Os primeiros finais de semana foram organizados no Reino Unido em meados dos anos 80.
O psychobilly eventualmente se espalharia através da Europa, particularmente na Alemanha, Itália e Espanha, em alguns lugares nos Estados Unidos e gradualmente na Ásia, especialmente no Japão. Enquanto o psychobilly do começo dos anos 80 (com Meteors, Sharks, Batmobile) era similar ao punk ou ao garage rock, o psychobilly do final da mesma década já lembrava mais o heavy metal (com Nekromantix, Demented Are Go, Klingonz, Mad Sin), enquanto o estilo dos anos 90 e 2000 se aproxima do som do psychobilly norte-americano (Reverend Horton Heat, Los Gatos Locos, Tiger Army).
A moda psychobilly é caracterizada por um penteado chamado “quiff”, enquanto as roupas combinam o estilo punk (cabelo tingido, trajes surrados e rasgados e jaquetas de couro), com a moda inicial do rockabilly (estampas com figuras de animais).

Anúncios

29 Respostas to ““Rockabilly & Psychobilly” História e Visual”

  1. Nem preciso dizer o quanto eu amo esses estilos, principalmente o Rockabilly é bozzito?

    beeeeeesos

    • Aiiin Amoor verdade eu sei sim q vc ama! Eu tambem Amuuuuu!

      Pra mim o Rockabilly é as Pinups são os mais estilosos do Rock! é muito Glam

      Bjus Deliciiiiaaaa

  2. Cara muito Show ROck Na Veia fera!

  3. Para quem curte rockabilly uma boa dica é o filme é Deuce of Spades, com muitos hot rods e som dos anos 50! Veja o trailer! Vale a pena conferir!
    http://www.streetcustoms.com.br/revistas-carros/noticias/spades.html

  4. Curto rock-a-billy e congêneres desde finais dos anos 50,pois meu pai era um “ted”e porisso sempre fui bombardeado pelas “bolachas”do estilo.Somente entre 77 até + ou – 84 virei um missivista punk e deixei de lado a cena brilhantina,juventude transviada.A partir de 85 voltei ás orígens ted e hoje em dia ainda quando sobra tempo e tenha alguma “party” não deixo de marcar presença.Sou um dos raríssimos ted ainda em ativa no Brasil.Quando conheci o Eddy Teddy e o Coke-Luxe já estava engrenado de corpo e alma na cena punk,apesar que visualmente andava na maior parte um look ted.É só conferirem assistindo um documentário produzido entre 81 e 82 chamado INICIO DO FIM DO MUNDO e lá estarei.Muitos confundem rockers(não os adeptos do reggae) e teddy boys como se fossem as mesmas facções.Não tem nada a ver,porisso um dia explanerei as diferenças.É isso aí.Muitas sonoridades aos rockers,pin´ups,psychoes,teddies,greasers,glams e aos simpatizantes.É NÓIS NA PARADA MANO! BEP-BOP-A-LULA,HILLBILLYROCK´N´ROLL MAN!YEAHHH!!!!

  5. “Rockabilly é um dos inúmeros subgêneros do rock and roll”

    Na verdade, rockabilly é precursor do rock and roll e não um subgênero dele, tanto é que hoje em dia ele é considerado um estilo próprio…técnicamente ele é considerado o pai do rock em si

    pelo que eu sei né! :~

    • Moondog56 Says:

      Na verdade rockabilly não é precursor do ROCK & ROLL não. O ROCK & ROLL – musicalmente falando – já existia e era chamada de RHYTHM & BLUES. Depois o termo mudou para ROCK & ROLL.
      O ROCKABILLY é a mistura da country music – que era também chamada de HILLBILLY com o ROCK & ROLL.
      Detalhe: nos anos 50 o termo ROCKABILLY praticamente não era usado nem conhecido.
      Somente depois quando o termo ROCK & ROLL ficou muito amplo, o termo ROCKABILLY veio a ser conveniente para se especificar melhor que “tipo de rock” é esse.
      Se bem que se for fica rdiscutindo termos… a linha entre ROCKABILLY e ROCK & ROLL é bem tênue.

      • Lucas Daniel Says:

        Rockabilly é o percursor do rock meu amigo, Rhythm & Blues (Ritimo Blues) é um estilo musical criado pelos escravos afros antigamente enquanto eles trabalhavam eles cantavam o Blues, mas não era considerado rock.

        Então veio o rockabilly que juntou o ritimo Blues e Hillbilly (country) e criaram o rock .

        É isso ae rock n roll !

  6. Novo filme de terror com rockabilly e carros antigos
    Dando continuidade a nova onda de filmes enfocando o rock e os carros das décadas de 50 e 60, a AV Pictures inglesa lançou Flick, comédia de horror com Faye Dunaway. O filme se passa em 1960, quando Johnny Taylor decide ir para um baile e dançar com a garota de seus sonhos, Sally Andrews. Porém, um assassinato na pista de dança atrapalha seus planos e, ao fugir com seu Hilmann Minx, Johnny acaba saindo estrada com o carro, que cai em um rio e desaparece no meio das águas. Quarenta anos depois uma rádio pirata volta a tocar o som dos anos 50 e faz o cadáver de Johnny acordar, o qual retorna para as ruas ao volante de seu fantasmagórico Hillman, iniciando assim não só a procura pela amada Sally, mas também a vingança contra os responsáveis por sua morte.

    Veja o trailer do filme:
    http://www.streetcustoms.com.br/revistas-carros/noticias/novo-filme-de-horror-com-rock-e-carros-antigos.html

  7. Eu gosto muito das bandas, da estética, do mundo rockabilly e psichobilly, mas acho engraçado vc ver a reação de um rocker entrando num busão com o seu visu, o topete estiloso, e tal…….o pessoal tem reações estranhas! Muitos acham engraçado, dão risada, mas aceitam essa mulecada com os cabelos “emcebados” de gel cola, com aqueles penteados estranhíssimos! O povo é muito estranho! abrazzzzzz……..Rockabilly rules………………

  8. Ailton R. Ramos Says:

    Gostei da matéria, acho que esse tema deveria ser sempre abordado, para efeito e pesquisa e principalmente de divulgação da cena ROCKABILLY no Brasil, pois muita gente não sabe o que é esse movimento.

    Com a internet tudo ficou mais facil, mas uma forcinha a mais não faz mal.

    Abraço

    DJ AILTON ROCKABILLY

    • Brigado Ailton, gosto muito tambem da Cultura RockaBilly um dos melhores generos musicais pra mim.
      Volte sempre! sera bem vindo!!!
      Abraços

      Bozzo Diablo

      • Thais Souza Says:

        Olá!
        Comecei a gostar de rockabilly e psychobilly a pouco tempo, então não entendo muito…
        Mas ouvi uma banda psychobilly cantando em espanhol, e adorei. Só queria ajuda pra descobrir o nome rs…
        E algumas dicas de bandas.
        Obrigada dese já!

  9. Bianca Says:

    Muito legal a historia do rockabilly !!!
    Estou muito grata por vc’s me “ajudarem” no meu trabalho !!!

  10. Obrigado glamourboy,por organizar este espaço tão necessário a nós,que somos adeptos dos anos 50 e toda cultura “billy”.Graças a Deus,ainda existem pessoas como você em toda cena alternativa.Pena que haja pouca divulgação,mas está sendo divulgada e isso é o que importa.

  11. Para quem curte Balada Rockabilly – The clock Rock Bar dia 23/10 e 24/10 – Tem Rockabilly Bop .. Acho que todos conhecem mas nunca e de mais avisar … Abs a todos que curtem

  12. Para quem curte mais um Psycobilly – vai ter show no CLUBE OUTS – DIA 23/10 – Os degolados Banda Nacional Abs..

  13. salgado69 Says:

    oi, gostava de saber se há bars em Lisboa ou Porto de estilo psycho & punkabilly. e pessoas que vivem este style.
    Carros, Ratrods and Hotrots americanos. Motas etc. Meninas tatuadas como nas imagens, moda etc.
    grato por informações

  14. Karina Kohem Says:

    Bom dia. Sou professora de Ciências Humanas na universidade federal do Rio Grande do Sul(UFRGS) e estou fazendo um pós sobre conhecimentos dos jovens sobre as tribos urbanas. Queria saber como coletaste estas informações .Obrigada.

    Karina M. Kohem

  15. Amei este blog.´Parabens pelas materias. Muito boas!

  16. Parabéns pelo blog! como entrar em contato? gostaria de falar a respeito do evento Hot Style em Sao Bernardo

  17. Everton Says:

    acho o rolê mto foda , como faço pra ser iguais a vc´s pessoas ??? uahsuhasuahsahu

  18. muito bom este blog,gostaria de saber se há alguma loja em são paulo especializado na tendência rockabilly estilo e música,abraços..

  19. isso é total curto muito esse estilo é vida , morte ,nascer , morrer e viver para sempre o amor puro e como gotas da agua que cai da chuva em camara lenta junto do arco iris sol e lua vida de segundos vivendo o amor amor total………………

  20. Olá vamos fazer uma noite dia 12/01 Rockabilly, quem desejar informações ligar para bennytours 2979 6084

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: